quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Estes dias

Não têm sido dias fáceis, para mim, para ele, para eles.

Eu cansada, a lutar contra mim mesma, a tentar reencontrar aquele que considerava ser o meu "eterno" optimismo.

Ele cansado, porque não dorme o suficiente, porque as horas o consumem e as preocupações o desgastam.

Ela entusiasmada com a escola, expectante, feliz por estar a aprender, menos feliz pelos trabalhos de casa; tem momentos excelentes em que conseguimos conversar, rir e brincar, em que nos ajuda sem seja necessário pedir, em que vislumbramos a miúda excelente em que ela se pode tornar... mas depois há o resto, as respostas tortas, as caras feias, os "mas tenho que te dizer todos os dias o que faço na escola?!".

Ele... bem ele, não gosta de ser deixado na escola, chora, grita "Não qué-o ficar aqui!", e há uma semana atrás eu sentia-me a mãe mais infeliz, desesperada e assustada, não por estes gritos, mas por saber que o choro estava presente todo o dia, a chucha que era quase esquecida na vida em casa, passava o dia na boca.
Há uma semana a Educadora e Auxiliares diziam que era tudo normal, mas a única hora boa do Tiago na Creche era a hora do almoço, em que comia e repetia... eu ria na escola e chorava em casa.

Pois, não têm sido dias fáceis, foram dias de adaptação, a uma quase total nova forma de viver o dia-a-dia.

Tenho esperança que daqui a alguns anos os consiga lembrar, pelo menos, como dias que nos levaram até novos dias bons.

17 comentários:

  1. Andas no mesmo baloiço que eu...
    Temos que parar e dar uma lufada de ar fresco nas vidas...
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Dias melhores virão com certeza!
    São novos hábitos, rotinas diferentes... tudo leva o seu tempo até engrenar novamente!
    *********

    ResponderEliminar
  3. Um beijo gde, gde, de solidariedade. Vou mandar mail.

    ResponderEliminar
  4. Ó linda, muita coragem. Vai ficar tudo bem. Beijinhos. Luz

    ResponderEliminar
  5. Força!
    Melhores dias virão... tens que acreditar!

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Beijos grandes.
    Faz falta a V. Ervilha para conversarmos. :)

    Cristina

    ResponderEliminar
  7. Beijos e acredita em ti acima de tudo! Para mim ajuda-me sempre concentrar-me no essencial. Aquilo sentimos uns pelos outros. Adultos e crianças. Há dias de autentico desgaste em que as coisas parecem fugir da nossa mão. Mas às vezes tem mesmo de ser assim para irmos todos mais longe. Acredita!

    ResponderEliminar
  8. as mudanças são sempre dificeis..
    bjnho.

    ResponderEliminar
  9. dias melhores virão ;)
    é preciso manter a calma e a sereniedade!

    jokitas

    ResponderEliminar
  10. pois o início custa sempre :(

    Mas toca a usar e abusar do optimismo, é só uma fase e passa!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  12. o desgaste do dia-a-dia.. o cansaço deles, o nosso cansaço... é difícil uma pessoa não se desnortear no meio disto. eu nem sempre consigo manter-me lúcida...

    força. dias melhores virão.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Os inícios são mesmo complicados. Mas há que começar para se poder caminhar.

    beijo grande! :)

    ResponderEliminar
  14. Ânimo, daqui a pouco tudo se vai compôr!
    Beijinho doce

    ResponderEliminar
  15. Tenho saudades tuas. Beijos enormes enormes

    ResponderEliminar
  16. e então, já chegaram?? os dias bons??

    ;)))

    ResponderEliminar