sábado, 10 de março de 2007

Ferradura,

figa, pata de coelho e até um corno!

São os amuletos que eu estou a pensar pendurar ali na porta. :S

A Carolina está novamente doente, ligaram-me ontem às três horas da tarde do Jardim de Infância a dizer que ela estava muito parada e a queixar-se de dores no pescoço e na cabeça. Fomos logo busca-la, mas apesar de se queixar de alguma dor no pescoço, conseguia mexer-se bem, não tinha febre e estava bem disposta.

À meia-noite tinha 38,5ºC de febre e queixava-se de mais dores no pescoço e na cabeça (mexia-se mas sempre muito queixosa!), a Saúde 24 aconselhou-nos a que ela fosse vista por um médico.

Conduzi até ao hospital com a cabeça cheia dos pensamentos mais temerosos, para chegar lá e ouvir o médico dizer: "A mãe não sabe que só ao fim de três dias de febre é que a criança deve vir ao médico!". Desvalorizou as dores no pescoço, a dor de cabeça, o gânglio inchado no pescoço ("Isso é o corpo a lutar!"), disse apenas que os ouvidos e a garganta estavam um bocadinho inflamados. Aconselhou a que voltássemos passados dois dias se a febre continuasse e por fim esclareceu, "Não é meningite!".

Hoje passou o dia muito sossegada, disse logo que manhã que não queria sair à rua, passou o dia a queixar-se de dor no pescoço (que agora se assemelha mais a uma dor muscular), a não comer (diz que lhe dói a garganta), e a pedir muitos mimos.

Febre não houve, mas ainda não nos conseguimos sentir descansados, este sossego pouco habitual preocupa-nos.

Ao jantar parecia estar melhor, já comeu alguma coisa e a conversa voltou.
Espero que esta estória fique por aqui...


Adenda:
Obrigada a todas! Depois de muitas horas de sono (o que não é nada habitual na nossa filhota), acordou no Domingo bastante melhor e com vontade de sair de casa. A febre não voltou e hoje, segunda-feira, ela diz que já consegue mexer bem o pescoço. Ainda não sabemos o que poderá ter sido, ela diz que não caiu, que não se aleijou, que ninguém a puxou e nem fez cambalhotas (mania nova, consequência das aulas de ginástica!)... tudo estranho, já que a dor começou a meio do dia. Também nos inclinámos para amigdalite, mas a febre passou e ela deixou e se queixar de dor de garganta... seja o que for, espero que não volte.

13 comentários:

  1. O filho de uma amiga, sempre que tem amigdalites (acho que é isso... pelo menos é qq coisa do género) deixa de mexer o pescoço. O médico explicou-lhes que essa rigidez é uma defesa do corpo à dor que eles sentem e que é normal.

    Espero que ela melhore num instante.

    Esse médico é que podia ir arejar as ideias a ver se deixava de ser tão querido...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. realmente esse médico tem aí uns problemas na área da simpatia...

    tadinha da Carolina... espero que ela melhore em breve!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. As amigdalites dão esses sintomas. E deixam as pessoas muito abatidas e sem apetite.
    Se calhar é o que a Carolina tem.

    Espero que já esteja melhor!
    Com o tempo melhora.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Espero que ela já esteja recuperada.
    Um beijo grande de boa semana

    ResponderEliminar
  5. Espero que por esta altura a tua menina já esteja melhor... é sempre uma preocupação quando eles não estão bem.

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Já está tudo melhor, espero. Beijocas.

    ResponderEliminar
  7. as melhoras da carolina

    ursitazul

    ResponderEliminar
  8. Eu a começar a ler o post e a vir-me à cabeça o q te veio a ti, e o qme sossegou uma das ultimas frases.

    Afinal é "natural" e vais ver q a tua Carolina amanhã ja esta bem melhor!!

    ResponderEliminar
  9. as mais sinceras e carinhosas melhoras para ela
    beijinho enorme!

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que está a desaparecer!! Continuação de boas melhoras!!

    ***

    ResponderEliminar