domingo, 22 de abril de 2007

Do fim-de-semana

Quase sempre sozinha com os dois... suspiro pela segunda-feira (ao que eu cheguei!).

O que é ainda mais triste é saber que chegada a segunda-feira, vou passar a semana a lamentar não ter mais tempo para estar com eles.

(Na realidade eu até gostaria muito de estar um fim-de-semana inteiro só com eles, desde que não tivesse que pensar em fazer comer, tratar da roupa, tentar manter a casa minimamente apresentável, etc., etc.... E a seguir ter também um dia só para mim!)

6 comentários:

  1. eu só passei meio domingo sózinha com eles e cheguei ao fim a pensar o mesmo que tu!!!

    fim-de-semana sem afezeres domésticos e 1 dia só para mim.... quem dera!!! :)

    boa semana, dentro dos possíveis :)

    bjs

    ResponderEliminar
  2. é precisamente o que eu costumo dizer ao R., o problema não é ter de tratar dele sozinha é ter de tratar dele e de tudo o resto. E eu só tenho um filho, imagino quem tenha 2, 3 ...

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito de estar com ela sozinha... com dois filhos não sei, mas conheço-me e sei que vou gostar de igual forma... Por vezes temos que esquecer a casa, a roupa e viver os dias para eles, a casa arrumada ou desarrumada vai lá estar e não vai fugir, ao contrário deles... Aprendi aos poucos que esta é uma realidade que temos que apreender a viver.
    Bjs grandes

    ResponderEliminar
  4. Eu ainda só tenho uma, mas dá-me conta da cabeça... pouco tempo aguenta sozinha, são poucas as vezes q se entretém sózinha (mas cada vez mais!) e gosta imenso de estar colada às minhas pernas (eu percebo, é tão pouco o tempo q estamos juntas...)!
    Ás vezes tenho de respirar fundo e pôr mesmo a casa p trás (e a mim tb!), mas por ela compensa...
    Já percebi q prefiro um sorriso dela qdo me pergunta se quero brincar com ela e eu digo q sim, do q ter o pó bem limpo, ou a casa aspirada, ou a roupa passada, ou a cozinha arrumada...
    Beijoca

    ResponderEliminar
  5. No fim é q está tudo.
    Nos nao estamos cansadas deles, estamos é cansadas da vida...

    ResponderEliminar