quarta-feira, 23 de abril de 2008

Do crescimento

Eles crescem por saltos, um dia não conseguem, no dia a seguir fazem como se sempre o tivessem feito.
A Carolina foi perita nisto, um dia faz cocó na fralda, no dia a seguir e para sempre na sanita, um dia não salta com os dois pés para piscina no dia a seguir é como se nunca tivesse saltado de outra maneira, os exemplo são muitos.

Depois em certas coisas crescem diariamente, assim como quem não quer, sem que ninguém repare a não ser no dia em que olhamos para eles e estão de pé e começam a andar, comem sozinhos com a colher sem entornar ou tomam duche completamente sozinhos.

E é assim que estão os meus filhos…

Ele começou a querer comer sozinho lá pelos 18 meses, no final das refeições havia massa/arroz/puré espalhado por todo lado, desde as paredes ao chão e em grande quantidade pela cadeira de comer.
Agora, à excepção da sopa, come tudo o resto sozinho e os bocadinhos que caem no tabuleiro da cadeira são meticulosamente apanhados com as pontas dos dedos no final, depois pede-nos um guardanapo e limpa as mãos e a boca. Um espectáculo!

Há alguns meses (Novembro, Dezembro?!) atrapalhados com os banhos e os jantares, começámos a deixa-la tomar duche sozinha com a nossa supervisão (sem incluir a lavagem da cabeça), enquanto vestíamos o irmão e/ou se fazia o jantar.
Só sei que agora ela só quer tomar duche sozinha e até o faz bem, à excepção da lavagem da cabeça que ainda quero que seja um de nós adultos a fazer. A luta agora é que ela também quer a porta da casa de banho fechada. :)

6 comentários:

  1. Porta da casa de banho fechada? Ataques de pré-teenager? Não é um bocadinho cedo? :)

    ResponderEliminar
  2. Independente a tua filha! A minha quer fazer tudo sozinha. Agora é vestir-se e despir-se. É giro vê-las a devagarinho começarem a aprender a voar do nosso ninho!

    bjos

    Cristina

    ResponderEliminar
  3. Porta fechada, nem pensar!!!
    Encostada, também não!!!
    Pequenas coisas onde eles ganham independência.
    Para eles grandes conquistas, para nós, aquela sensação de os ver "afastarem-se" das nossas "asas protectoras"...

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. LOL
    Então estamos na mesma, a minha também quer fechar a porta. ai, ai... crescidinhas.

    ResponderEliminar
  5. E com muita razão... Privacidade. Uma miuda gosta disso.

    ResponderEliminar